Espírito Santo em Ação

Logística


19.10.2009

O Espírito Santo, pelo conjunto da própria infra-estrutura logística, é cada vez mais potencialmente apto ao desenvolvimento. De acordo com o site Logística e Infra-estrutura, o desempenho que faz do Estado uma das mais importantes portas de entrada e de saída de mercadorias do país só é possível graças à logística e à infra-estrutura interligadas aos principais centros consumidores e produtores de mercadorias.

Grandes operadores de logística, com forte ligação com operações de comércio exterior estão localizados no Espírito Santo. Empresas como Aracruz Celulose, ArcelorMittal, Petrobras, Vale e Samarco dependem dessa atividade para operações de suprimento e distribuição.

O Complexo Portuário do Estado conta com ampla cadeia de portos e terminais, como também com as Estações Aduaneiras de Interior (EADI) e o Terminal Intermodal da Serra (TIMS). Essa estrutura de apoio à importação e exportação de todo tipo de carga foi desenvolvida e construída para tornar a região uma das maiores em movimentações de carga do Brasil.

De acordo com o site do Governo do Estado, os portos capixabas movimentam em torno de 45% do Produto Interno Bruto (PIB) Estadual. Assim, é o segundo maior complexo exportador em valor e o sétimo maior importador do Brasil, tendo movimentado em 2007 um total de 142,6 milhões de toneladas, conforme consta no Plano Confederação Nacional do Transporte (CNT) de Logística.

No que diz respeito ao modal ferroviário, o estado está conectado por duas ferrovias. Uma delas está entre as mais eficientes do mundo, a Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), que é responsável por 37% de transporte de carga no Brasil.

O modal rodoviário brasileiro é hoje responsável por 60% da movimentação de carga no país e, atualmente, o Espírito Santo, de acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), ocupa a oitava colocação nos transportes rodoviários.

Considerando o modal aeroviário, o fluxo de passageiros do Aeroporto de Vitória supera a capacidade de projeto de 560 mil ao ano, de acordo com o Plano CNT de Logística de 2008. Em 2007, o aeroporto movimentou 1,9 milhões de passageiros (2,4% do total brasileiro), 12,6 mil toneladas de carga e 3,5 mil toneladas de mala postal.

Levando em consideração o atual cenário mundial e o fato de que a logística é hoje um dos grandes canais para as empresas reduzirem custos, esperam-se grandes novidades deste Arranjo Produtivo Local. Acredita-se que o investimento na infra-estrutura e na logística possa trazer força para o Espírito Santo (e para o Brasil) no quesito competitividade no comércio internacional e doméstico.

Espírito Santo em Ação © Copyright 2009, Espírito Santo em Ação

Rua. José Alexandre Buaiz, 190 - Ed. Master Tower - Sala 1414 - 14º andar - Enseada do Suá - Vitória - ES CEP: 29050-918
TEL: (27) 3024-7700 | FAX: (27) 3024-7709

Fivecom